Maioria dos republicanos considera imigração uma ameaça

A porcentagem, que entre os republicanos é de 55%, cai para 30% entre os democratas e se situa em 40% entre os eleitores independentes

Chicago – Cinquenta e cinco por cento dos republicanos consideram a chegada de muitos imigrantes aos Estados Unidos uma “ameaça importante”, de acordo com uma pesquisa divulgada nesta quinta-feira pelo Conselho de Chicago sobre Assuntos Mundiais, um centro de debates.

O valor cai para 30% entre os democratas e se situa em 40% entre os eleitores independentes.

De acordo com a pesquisa, a porcentagem total de americanos que consideram ameaçadora a chegada de muitos imigrantes, que se situava em 51% em 2010, caiu para 40% em 2012.

Esta é a primeira vez desde 1994, quando esta cifra alcançava 72%, que cai abaixo dos 50%.

Também diminuiu a proporção de americanos que consideram que controlar e reduzir a imigração ilegal é um objetivo “muito importante”. O valor se situou em 53%, enquanto que em 2010 era de 59%. Em 2008, esta porcentagem subiu para 61%.

E pela primeira vez desde que a instituição realiza sua pesquisa bianual, uma proporção maior de americanos (42%) está a favor de manter os atuais níveis de imigração ao invés de reduzi-los (37%).

A pesquisa foi realizada por telefone com 1.877 americanos entre 25 de maio e 8 de junho, com margem de erro de 3 pontos percentuais.