Maduro acusa EUA de tentar promover golpe na Venezuela

Segundo o presidente da Venezuela, os Estados Unidos estariam tentando provocar uma intervenção imperialista no país

Caracas – O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, acusou o Departamento de Estado dos Estados Unidos de pressionar a oposição venezuelana para que haja um golpe no país contra o seu governo.

Maduro disse que os EUA tentam promover uma intervenção internacional em solo venezuelano.

Sem mencionar diretamente o presidente Donald Trump, Maduro acusou o bilionário de dar alguma ordem a respeito.

“A Venezuela está enfrentando um ataque forte do Departamento de Estado”, que buscaria “provocar uma intervenção imperialista”, disse.

Durante um breve discurso, onde esteve acompanhado de chefes militares e de vários ministros, o presidente afirmou que a suposta ação de Washington é consequência “da chegada ao poder dos extremistas” nos EUA.

“Voltaram os métodos extremistas a Washington. Não é que com Barack tenha sido melhor, mas os democratas eram políticos, respondiam a uma doutrina”, afirmou Maduro.