Líderes chineses expressam a Biden confiança na economia dos EUA

Premiê chinês e o vice-presidente do país esperam que os Estados Unidos saiam da crise econômica

Pequim – O primeiro-ministro chinês, Wen Jiabao, e o vice-presidente, Xi Jinping, manifestaram publicamente nesta sexta-feira sua confiança na economia dos Estados Unidos e sua capacidade para sair da crise atual, em declarações dadas durante seus encontros com o vice-presidente americano, Joe Biden.

Wen assinalou, no início de sua reunião com Biden em Zhongnanhai (sede do Executivo), que a China “confia plenamente que a economia americana superará as dificuldades e retornará ao caminho normal do desenvolvimento”.

Anteriormente, o vice-presidente Xi, futuro líder máximo chinês, se expressou em termos similares na presença do colega americano, destacando em um encontro com empresários dos dois países que a economia dos Estados Unidos “é muito ‘elástica’ e tem uma forte capacidade de autorreparação”.

As manifestações de apoio da China, o principal credor dos EUA, são importantes em um momento em que a primeira economia mundial atravessa uma crise de confiança, devido à degradação da nota de sua dívida por parte da agência de classificação de risco Standard & Poor’s e às polêmicas negociações realizadas para elevar o teto de seu endividamento.

A China é o maior credor dos EUA, ao possuir US$ 1,16 trilhão de bônus americanos, que equivalem a um terço da enorme reserva de divisas do país asiático, a maior do mundo.