Líder trabalhista acusa governo de ser incapaz de negociar Brexit

Corbyn, que pediu o voto pela permanência na União Europeia no referendo de 23 de junho, garante que aceitou o resultado

O líder da oposição britânica, o trabalhista Jeremy Corbyn, acusou nesta terça-feira o governo de Theresa May de “não estar capacitado” para negociar a saída da União Europeia (UE) e de não ter um planejamento.

“Nunca, desde a Segunda Guerra Mundial, a elite governante britânica colocou insensatamente o país em uma posição tão arriscada e sem nenhum plano”, disse a seus partidários em um ato em Peterborough, no centro da Inglaterra.

“Como resultado, se veem reduzidos a repetir ‘Brexit significa Brexit’. Não estão capacitados para negociá-lo”, acrescentou, citando uma frase habitual de May.

Corbyn, que pediu o voto pela permanência na União Europeia no referendo de 23 de junho, garante que aceitou o resultado e que não interferirá na pretensão de May de iniciar as negociações de saída antes de abril de 2017.