Líbia vai anistiar soldados desertores que se entregarem

Forças de Kadafi avançam em direção à "capital" dos rebeldes, Benghazi

Trípoli – Os soldados que se uniram à rebelião contra o ditador Muammar Kadafi serão “perdoados” caso decidam se entregar, anunciaram nesta segunda-feira as Forças Armadas líbias na televisão estatal.

O anúncio foi feito no momento em que as forças de Kadafi avançam rumo ao leste em direção à “capital” rebelde, Benghazi, e ameaçam a cidade chave de Ajdabiya.

Nos primeiros dias da revolta contra Muammar Kadafi, vários soldados se uniram aos rebeldes.