Lei contra programa de mísseis do Irã entra em vigor nos EUA

A Casa Branca disse que a decisão desta quinta-feira não viola o acordo nuclear

Washington – A Lei de Sanções ao Irã entrou em vigor nesta quinta-feira com um protesto do presidente Barack Obama, que decidiu deixar a legislação entrar em vigor sem sua assinatura.

A Casa Branca emitiu comunicado no início do dia, no qual diz que Obama acredita que a extensão por dez anos da autoridade presidencial de impor sanções contra o Irã “não afeta de nenhuma maneira nossa capacidade de cumprir nossos compromisso” no acordo com Teerã para restringir o programa nuclear iraniano.

O acordo internacional entrou em vigor neste ano e, por meio dele, as potências retiraram sanções contra o Irã, que em troca desistiria de seu programa nuclear.

A Casa Branca disse que a decisão desta quinta-feira não viola o acordo nuclear.

Já o presidente do Comitê de Relações Exteriores da Câmara dos Representantes, Ed Royce, disse que a retomada da lei permite que o presidente eleito, Donald Trump, imponha sanções relacionadas ao programa nuclear do Irã caso Teerã viole o acordo.