Kim Jong-Un quer desenvolver esporte na Coreia do Norte

O líder da Coreia do Norte decidiu introduzir seu país no esporte construindo as melhores instalações multidisciplinares, segundo membro do regime

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-Un, decidiu introduzir seu país no esporte construindo as melhores instalações multidisciplinares, afirmou nesta quarta-feira um membro do regime durante uma visita excepcional à Coreia do Sul.

Segundo Yang Song-Ho, reitor da Universidade de Educação Física de Pyongyang, estas instalações foram construídas ao longo dos últimos dois ou três anos com o fim de “responder ao objetivo de desenvolvimento do esporte fixado pelo Estado”.

Yang estava em Ichon, grande cidade portuária do oeste da Coreia do Sul onde serão realizados os Jogos da Ásia entre 19 de setembro e 4 de outubro.

O reitor integra uma delegação norte-coreana que viajou à cidade do Sul para o sorteio previsto para quinta-feira.

O norte-coreano também disse que a nova estação de esqui de Masik Pass encarna uma nova era na Coreia do Norte.

Desde que sucedeu seu pai, Kim Kong-Il, após seu falecimento em dezembro de 2011, Kim Jong-Un manifestou certo gosto pelos projetos caros em um país que sofre muitas dificuldades.

Apesar das tensões entre as duas Coreias, o Norte apresentou, através do Comitê Olímpico Asiático, uma lista de 150 atletas que desejam participar dos Jogos Asiáticos de Ichon em 14 modalidades diferentes.

O Sul irritou o Norte quando advertiu que poderia deixar de financiar a estadia dos atletas norte-coreanos, conforme as práticas internacionais do esporte.