Justiça sérvia confirma que Mladic pode ser extraditado ao TPII

Segundo a Justiça sérvia, as acusações contra o ex-general são de competência do Tribunal Penal Internacional

Belgrado – A Justiça sérvia confirmou nesta sexta-feira que existem as condições para que o suposto criminoso de guerra Ratko Mladic seja extraditado para o Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII).

Como informou uma porta-voz do departamento especial para criminosos de guerra do tribunal de Belgrado perante a imprensa, estas condições dizem respeito ao fato de as acusações contra de Mladic serem de competência do TPII.

Com esta decisão, teve início o processo de extradição de Mladic, de 68 anos, que poderia prolongar-se por uma semana, de acordo com as leis sérvias.

A defesa de Mladic tem o direito de recorrer da decisão sobre a extradição em um prazo de três dias.

Mladic permanecerá nas dependências do Tribunal de Belgrado até que se deem todas as condições previstas para sua extradição.

O ex-comandante militar dos sérvios da Bósnia, acusado de genocídio e de outros crimes, foi detido na quinta-feira pela Polícia na casa de um parente na aldeia de Lazarevo, perto de Zrenjanin, após quase 16 anos foragido.