Jeb Bush se prepara para anúncio de candidatura

Ex-governador da Flórida anunciará na próxima semana intenção de concorrer às eleições primárias dos republicanos

Miami – O ex-governador da Flórida Jeb Bush, que anunciará na próxima segunda-feira em Miami sua intenção de concorrer às eleições primárias dos republicanos, iniciou a contagem regressiva à formalização de suas aspirações à Casa Branca com um vídeo que sua equipe divulgou neste sábado na internet.

No mesmo dia em que Hillary Clinton fez em Nova York o primeiro grande discurso de sua campanha, Jeb Bush postou em seu conta no Twitter um vídeo de um minuto e meio intitulado “Jeb: Today and tomorrow” (“Jeb: Hoje e amanhã”), no qual ele interage com americanos em estados como Iowa e New Hampshire.

“Esta será a mais extraordinária época para se estar vivo”, foi a mensagem que escreveu para acompanhar o vídeo de campanha, no qual confessou que quando conheceu a esposa, a mexicana Columba Garnica, foi um “amor à primeira vista”.

No vídeo, Jeb Bush faz um resumo de suas conquistas econômicas e sociais como governador da Flórida entre 1999 e 2007, e encerra a gravação com os temas que considera precisarem de uma ação do governo, entre os quais incluiu um “sistema migratório partido” que conta com 11 milhões de imigrantes ilegais.

Para o pleito de 2016, o voto da comunidade latina sem dúvidas será um fator decisivo, como foi para a vitória de Barack Obama nas eleições de 2008 e 2012. Nesse aspecto, o filho e irmão de ex-presidentes larga com vantagem ao dominar perfeitamente o espanhol e ter uma esposa mexicana.

Ciente disso, Jeb Bush escolheu uma sede do Miami Dade College, uma das maiores universidades dos Estados Unidos e com grande porcentagem de alunos latinos, para realizar o anúncio formal de concorrer às primárias do Partido Republicano na próxima segunda-feira.

Pouco antes deste anúncio, Bush fez esta semana uma viagem pela Europa que passou por Alemanha, Estônia e Polônia, e nomeou como diretor de sua campanha eleitoral Danny Díaz, filho de imigrantes espanhóis e que trabalhou anteriormente para seu irmão George W. Bush.