Jaqueline Roriz admite ter recebido propina

Deputada admite ter recebido dinheiro de Durval Barbosa e pede licença da Câmara dos Deputados

Brasília – A deputada Jaqueline Roriz (PMN-DF) admitiu há pouco, em comunicado à imprensa que recebeu recursos financeiros para a sua campanha a deputada distrital em 2006 do operador e delator do Mensalão do DEM, Durval Barbosa.

“Durante a campanha eleitoral de 2006 estive algumas vezes no escritório do senhor Durval Barbosa, a pedido dele, para receber recursos financeiros para a campanha distrital, que não foram devidamente contabilizados na prestação de contas”, afirmou a deputada em nota.

No mesmo documento, a deputada comunicou que, por recomendação médica, está entrando de licença médica na Câmara dos Deputados por cinco dias. A deputada disse, ainda, que aguarda a resposta do Supremo Tribunal Federal (STF) sobre o pedido dos seus advogados para tomar conhecimento completo do teor do vídeo.

Na semana passada, os advogados da parlamentar entraram com petição ao relator do inquérito, ministro Joaquim Barbosa, do STF, pedindo acesso às fitas em que ela aparece recebendo o dinheiro.

Vídeo divulgado pela imprensa mostra a deputada e seu companheiro, Manoel Neto, recebendo R$ 50 mil de Durval Barbosa, em 2006.