Israel volta a transferir impostos à Palestina

Valor é parte dos impostos arrecadados de palestinos que não são entregues à Autoridade Nacional Palestina

Jerusalém – Israel anunciou nesta quarta-feira que vai transferir US$ 100 milhões à Autoridade Nacional Palestina (ANP) que foram congelados ano passado. Em comunicado, o governo israelense diz que essa transferência visa diminuir as preocupações da ANP, que enfrenta uma séria crise financeira que a impede de pagar os salários a seus funcionários, incluindo os membros das forças de segurança, que coordenam sua atividade com Israel.

A transferência faz parte do montante em impostos e taxas que Israel arrecada em nome dos palestinos e não entrega à ANP. O montante representa um elemento importante no Orçamento do governo palestino. Israel congelou os pagamentos mensais após a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU) ter reconhecido a Palestina como Estado observador, em novembro.

O porta-voz do ministro de Finanças de Israel disse que “em relação a futuras transferências de impostos, nenhuma decisão foi tomada.”

A ANP, que em 2012 registrou déficit de US$ 1,3 bilhões e US$ 500 milhões de necessidade de financiamento, informou que não tem como pagar salários sem o dinheiro dos impostos que Israel deve a ela. As informações são da Associated Press e Dow Jones.