Israel espera trabalhar com Trump após resolução da ONU

"O governo Obama não só falhou em proteger Israel contra essa conspiração na ONU, mas colaborou nos bastidores", disse o comunicado

Jerusalém – Israel espera trabalhar junto com o presidente eleito dos EUA, Donald Trump, para combater qualquer efeito da resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidos (ONU) que exigiu o fim das atividades de assentamento, segundo declaração do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu nesta sexta-feira.

“O governo Obama não só falhou em proteger Israel contra essa conspiração na ONU, mas colaborou nos bastidores”, disse o comunicado.

“Israel espera trabalhar junto com o presidente eleito Trump e com nossos amigos no Congresso, tanto republicanos quanto democratas, para anular os efeitos nocivos desta resolução absurda.”