Irã denunciará EUA à justiça por fundos bloqueados

O presidente Rohani já havia chamado a decisão de "roubo descarado" e "grande desonra" para a justiça americana

O Irã vai denunciar Washington à justiça internacional pelo bloqueio de 2 bilhões de dólares de fundos nos Estados Unidos, afirmou o presidente iraniano Hasan Rohani em um discurso exibido pela televisão estatal.

“Vamos levar em breve o caso dos 2 bilhões aos tribunais internacionais. Não deixaremos que os Estados Unidos levem tão facilmente este dinheiro”, afirmou Rohani na cidade de Kerman.

A Suprema Corte americana decidiu em 20 de abril que o Irã deve indenizar com US$ 2 bilhões quase mil parentes de vítimas de atentados promovidos ou apoiados pelo Irã. Por isto, bloqueou investimentos do Banco Central iraniano em contas de Nova York.

O presidente Rohani já havia chamado a decisão de “roubo descarado” e “grande desonra” para a justiça americana.

“É uma ação totalmente ilegal e contrária às regras internacionais e à imunidade dos bancos centrais”, havia declarado Rohani.

O incidente acontece em um momento difícil para a aproximação entre Estados Unidos e Irã, 10 meses depois da assinatura do acordo nuclear em Viena.