Indicado à Suprema Corte critica declarações de Trump

Em fevereiro, Trump descreveu um magistrado que barrou um decreto presidencial com mudanças na imigração, qualificando-o como "suposto juiz"

Washington – Indicado à Suprema Corte, o juiz Neil Gorsuch afirmou que os ataques do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, aos juízes são “desalentadores” e “desmoralizantes”.

Em fevereiro, Trump descreveu um magistrado de Seattle que barrou um decreto presidencial com mudanças na imigração, qualificando-o como “suposto juiz” em um texto no Twitter.

Gorsuch havia criticado Trump em uma reunião privada com o senador democrata Richard Blumenthal, pouco após o episódio, mas não havia se pronunciado publicamente.

“Eu conheço essas pessoas e sei quão decentes ela são e quando alguém critica a honestidade ou a integridade ou os motivos de um juiz federal eu acho isso desalentador e acho isso desmoralizante”, afirmou Gorsuch durante sua audiência de confirmação no Senado.

O magistrado também disse que ninguém está acima da lei, ao ser questionado sobre Trump e questões de segurança nacional.

O senador Patrick Leahy questionou Gorsuch se o presidente tem o direito de autorizar a tortura se isso violar leis aprovadas pelo Congresso.

“Nenhum homem está acima da lei”, afirmou. Na campanha eleitoral, Trump mostrou-se favorável a endurecer os interrogatórios na luta contra o Estado Islâmico.

Fonte: Associated Press.