Índia diz que Paquistão é ‘epicentro global do terrorismo’

O ministro do interior indiano classificou o vizinho e eterno rival como Estado 'frágil'

Nova Délhi – O ministro do Interior indiano, P. Chidambaram, afirmou nesta sexta-feira que o Paquistão é o “epicentro global do terrorismo”, classificando o vizinho e eterno rival de Estado “frágil”, na abertura de uma reunião com a secretária americana de Segurança Nacional, Janet Napolitano.

“É um truísmo dizer que a Índia está talvez localizada na vizinhança mais difícil do mundo. O epicentro mundial do terrorismo está em nossa fronteira ocidental imediata”, declarou o ministro.

“Hoje, diferentes grupos terroristas operam em santuários no Paquistão, se fortalecendo cada vez mais, enquanto a sociedade do Paquistão é cada vez mais radical, sua economia está enfraquecida e a estrutura estatal do Paquistão neste momento é frágil”, destacou.

Os comentários de Chidambaram marcaram a abertura das discussões, em Nova Délhi, com Napolitano, segundo uma cópia de seu discurso publicada no site do ministério indiano do Interior.