Incêndio no Canadá continua e já destruiu 230 mil hectares

A queda nas temperaturas nos dois últimos dias ajudou a desacelerar o avanço das chamas, o que deu um pequeno respiro às equipes dos bombeiros

Toronto – O incêndio florestal iniciado há mais de uma semana no noroeste do Canadá continua a crescer, e superou nesta terça-feira os 230 mil hectares, embora continue se distanciando dos centros urbanos.

A queda nas temperaturas nos dois últimos dias ajudou a desacelerar o avanço das chamas, o que deu um pequeno respiro às equipes dos bombeiros.

Mas as autoridades canadense repetiram hoje que o incêndio, que obrigou a evacuar 90 mil pessoas de suas casas, a maioria na cidade de Fort McMurray, continua fora de controle e pode durar meses.

Com o fogo se distanciando de Fort McMurray, as autoridades estão centrando sua atenção nos milhares de desalojados que não poderão voltar para suas casas por semanas.

Dezenas dos que estão hospedados temporariamente em centros de amparo na cidade de Edmonton contraíram gastroenterite e estão com náuseas, diarreia e vômitos.

Os meteorologistas advertiram hoje que a temporada de incêndios florestais no Canadá, que coincide com os meses de verão, será especialmente difícil este ano, já que as condições estão favoráveis para mais incêndios como o de Fort McMurray.

Este ano a temporada de incêndios começou antes do previsto em consequência dos efeitos do El Niño, com menos chuvas do que o normal no inverno e o início da primavera.