Hollande declara seu patrimônio: € 1,17 milhão em imóveis

O presidente eleito da França possui uma casa e dois apartamentos

Paris – O presidente eleito da França, François Hollande, possui um patrimônio de 1,17 milhão de euros, principalmente em propriedades imobiliárias, segundo sua declaração publicada nesta sexta-feira no Diário Oficial do país, como obriga a lei.

O futuro chefe do Estado possui uma casa em Mougins, no sudeste da França, avaliada em 800 mil euros e dois apartamentos em Cannes, de 230 mil e 140 mil euros cada um, onde vivem seu pai e seu irmão.

Além disso, Hollande declarou ter bens móveis avaliados em 15 mil euros e três contas correntes com cerca 8 mil euros no total e um contrato de seguro de vida de 3,5 mil euros.

O presidente eleito, que desde sua declaração de candidatura disse que declararia guerra à especulação financeira, não possui ações nas bolsas de valores.

Seus rivais políticos o reprovam por, apesar de apresentar-se como o presidente das classes médias, ter um patrimônio muito superior ao normal.

Além disso, asseguram que durante a última campanha utilizou um avião particular, enquanto afirmava que se chegasse ao cargo de presidente viajaria de trem.

Concretamente, o deputado conservador Damien Meslot questinou Hollande pela despesa acarretada pelo avião particular que no domingo passado o levou de Tulle, onde votou, até Paris, onde comemorou a vitória na Praça da Bastilha.

Segundo Meslot, a viagem custou 50 mil euros, um número que não foi confirmado pelo Partido Socialista, cujo porta-voz, Benoît Hamon, se limitou a afirmar que foi pago pela formação política e não que não incidirá nas contas de campanha, que são reembolsadas pelo Estado.

A lei francesa prevê também que o presidente em fim de mandato publique seu patrimônio.

Nicolas Sarkozy detalhou há poucos dias que possuía 2,7 milhões de euros, essencialmente em contratos de seguros de vida.

Na sua entrada no Palácio Eliseu em 2007, Sarkozy declarou um patrimônio de 2 milhões de euros.