Hollande aceita culpa da França em escravidão e colonização

François Hollande, referiu-se nesta quinta-feira à "culpa" da França em relação à África na colonização

Paris – O presidente francês, François Hollande, referiu-se nesta quinta-feira à “culpa” da França em relação à África na “colonização” e “antes, no que foi o tráfico negreiro”, em uma entrevista à Rádio França Internacional e às redes de televisão France-24 e TV5-Monde.

“Não vou pronunciar um discurso para apagar um anterior”, explicou o presidente às vésperas de uma viagem ao Senegal, referindo-se à controversa intervenção de seu antecessor, Nicolas Sarkozy, em 2007 em Dacar.

“Vou pronunciar um discurso para escrever com a África uma nova página, porque França e África têm relações históricas”, acrescentou Hollande, que se prepara para viajar ao Senegal e depois à República Democrática do Congo para a cúpula dos países de língua francesa.

“Temos ao mesmo tempo um reconhecimento em relação à África, ao que nos forneceu e também à culpa que deve ser lembrada: o que foi a colonização e antes o que foi o tráfico negreiro”, acrescentou.

Ao se referir às relações econômicas entre a França e alguns países da África, sobretudo no setor petroleiro, Hollande advertiu: “podemos ter interesses econômicos, mas não faremos uma diplomacia baseada em nossos interesses”.