Hillary acusa Trump de assediá-la em debate

"Ele estava realmente tentando me dominar e, depois, literalmente, me assediou por todo o palco e eu podia sentir sua presença atrás de mim", disse Hillary

A democrata Hillary Clinton acusou seu adversário republicano, Donald Trump, de assediá-la durante o segundo debate presidencial, domingo passado.

No debate, Trump se manteve muito perto e por trás da candidata e a olhava intensamente com o cenho franzido, enquanto ela respondia às perguntas do público.

Em uma entrevista ao programa The Ellen DeGeneres, do canal NBC, Hillary disse que os movimentos de Trump a fizeram se sentir muito estranha e pouco à vontade no palco.

“Devido à revelação do vídeo (…) ele estava realmente exaltado e simplesmente dava para sentir a irritação dele”, afirmou, em alusão ao vídeo de 2005 divulgado antes do debate, no qual Trump fazia comentários vulgares sobre as mulheres.

“Ele estava realmente tentando me dominar e, depois, literalmente, me assediou por todo o palco e eu podia sentir sua presença atrás de mim”.

Em um comício, Trump negou as acusações sobre sua atuação no debate.

“Estou de pé em meu pódio, perto de minha cadeira. Ela caminha através do palco. Está de pé, de frente para mim, exatamente junto a mim. E no dia seguinte perguntei: o que disseram os jornais? Eles disseram que ‘ele invadiu o espaço dela'”, afirmou.

“Acreditem, o último espaço que quero invadir é o dela”, acrescentou.