Habitantes de Tóquio alteram rotina perante cortes de energia

Alguns japoneses recorreram ao uso da bicicleta para se locomoverem pela capital

Tóquio – O anúncio de cortes programados de energia e os atrasos no metrô forçaram nesta segunda-feira os cidadãos de Tóquio a mudarem seus hábitos, recorrendo a meios de transporte como a bicicleta para se locomoverem.

Os moradores da capital japonesa, cuja região metropolitana tem mais de 30 milhões de habitantes, enfrentavam as grandes distâncias pedalando ou estudavam com paciência os horários do transporte público para não ficarem à espera de trens durante os cortes de energia programados.

O Governo anunciou no domingo que a partir desta segunda-feira haveria cortes de energia em Tóquio e nas províncias divisórias. No entanto, os cortes programados para esta manhã não chegaram a ocorrer porque a demanda de energia foi menor que a esperada.

Cerca de 45 milhões de pessoas podem ser afetadas pelos cortes, que, no entanto, não envolverão o centro da capital, já que ali ficam as sedes sociais do Governo e as sedes das principais empresas.

As alterações do fornecimento de energia também não afetarão o aeroporto internacional de Narita, na capital japonesa, informou a companhia Tokyo Electric Power (Tepco), fornecedora de eletricidade.