Grupo islâmico bombardeia restaurante na Somália

A polícia afirmou que um carro bomba suicida colidiu com o restaurante Blue Sky na capital, que fica próximo a um centro de detenção conhecido como Jilaow

Mogadíscio – O grupo islâmico somali al Shabaab bombardeou neste sábado um restaurante frequentado por membros das forças de segurança de Mogadíscio, capital da Somália, matando pelo menos três pessoas, disseram autoridades e o grupo.

A polícia afirmou que um carro bomba suicida colidiu com o restaurante Blue Sky na capital, que fica próximo a um centro de detenção conhecido como Jilaow, onde militantes são geralmente mantidos em celas subterrâneas.

O al Shabaab lança frequentes ataques em Mogadíscio, em meio a tentativas de derrubar o governo apoiado pelo Ocidente.

Abdifatah Omar, porta-voz do governo local de Mogadíscio, afirmou que três pessoas foram confirmadas mortas até agora e outras quatro estavam feridas.

“Nós tínhamos como alvo as forças de segurança e autoridades da masmorra Jilaow que estavam lá”, disse à Reuters o Sheikh Abdiasis Abu Musab, porta-voz de operações militares do al Shabaab.

Segundo ele, pelo menos 10 pessoas foram mortas.

Ele não confirmou se um carro bomba suicida havia sido utilizado no ataque, apesar de o grupo recorrer a essa tática com frequência.

O número de mortos em ataques estimado pelo al Shabaab frequentemente difere do informado pelas autoridades.