Ginasta sul-coreana comenta repercussão de foto com “rival”

A jovem sul-coreana virou assunto nas redes sociais após tirar uma foto simbólica com Hong-Un Jong, enquanto as duas Coreias seguem tecnicamente em guerra

A ginasta sul-coreana Lee Eun-Ju declarou ter ficado impressionada com o frenesi político e midiático provocado pela selfie que tirou na terça-feira com a ginasta norte-coreana Hong-Un-jong durante a Olimpíada do Rio.

“Eu a vi e pedi para tirar uma foto de lembrança”, afirmou Lee ao canal coreano KBS. “Eu não esperava tal reação, ainda estou chocada”.

Com 17 anos, a jovem sul-coreana virou assunto nas redes sociais após tirar uma foto altamente simbólica com Hong-Un Jong, enquanto as duas Coreias seguem tecnicamente em guerra.

Nenhum tratado de paz foi assinado pelas partes após o armistício de 1953, as comunicações entre os dois países estão cortadas e os sul-coreanos não podem visitar o Norte sem a permissão do governo.

Mesmo Thomas Bach, presidente do Comité Olímpico Internacional, comentou a foto, considerando “um belo gesto”, exemplo perfeito do espírito olímpico.

Lee tinha apenas 9 anos de idade quando Hong, dez anos mais velha, tornou-se a primeira ginasta medalhista norte-coreana, conquistando um ouro no salto em Pequim 2008.