Gaza: manifestação de apoio a jornalista da Al-Jazeera detido por Israel

Manifestantes pediram "a libertação imediata" de Samer Allawi, chefe do escritório da Al-Jazeera em Cabul

Cerca de 150 jornalistas, fotógrafos e cinegrafistas participaram neste sábado de uma manifestação em frente ao escritório da ONU em Gaza para pedir a libertação do jornalista palestino da Al-Jazeera Samer Allawi, detido por Israel.

Os manifestantes pediram “a libertação imediata” de Samer Allawi, chefe do escritório da rede de televisão em Cabul, preso pelas autoridades israelenses desde sua detenção no mês passado na Cisjordânia, onde estava de visita.

Os profissionais de informação convocaram a ONU a intervir perante Israel contra uma prisão, considerada como “arbitrária” e que “viola a liberdade da imprensa”.

A rede Al-Jazeera convocou as autoridades israelenses a libertar “imediatamente” seu jornalista.

Allawi foi detido no dia 10 de agosto por soldados israelenses quando tentava passar pela ponte Allenby, que une Cisjordânia e Jordânia, segundo a Al-Jazeera.