França pede que acordo entre em vigor o mais rápido possível

O presidente da França celebrou o acordo alcançado pelo presidente ucraniano e defendeu que o mesmo entre em vigor o mais rápido possível

Paris – O presidente da França, François Hollande, celebrou o acordo alcançado nesta sexta-feira pelo presidente ucraniano, Viktor Yanukovich, e defendeu que o mesmo entre em vigor “o mais rápido possível”.

“Os dirigentes ucranianos devem agora assumir plenamente suas responsabilidades e respeitar os compromissos que tomaram”, indicou Hollande em um comunicado divulgado pelo Palácio do Eliseu, sede da Presidência francesa.

Hollande também ressaltou que a França e a União Europeia manterão seus esforços para acompanhar a Ucrânia na saída da crise, além de “favorecer as reformas democráticas e a modernização”.

O acordo assinado hoje por Yanukovich, um pacto que contou com a participação de três líderes da oposição parlamentar, chega após três meses de violentos protestos antigovernamentais, nos quais morreram cerca 80 pessoas, segundo números oficiais, e mais de uma centena, de acordo com a oposição.

O presidente francês também destacou o papel desempenhado na consecução do acordo pelos ministros das Relações Exteriores da França, Alemanha e Polônia, e lembrou que, entre outros pontos, aposta na iniciativa de um governo de união nacional.