França e EUA pedem que Putin pressione pró-russos da Ucrânia

Em conversa por telefone, presidentes pediram a Putin para fazer pressão sobre os separatistas para que aceitem o diálogo com as autoridades ucranianas

Paris – O presidente da França, François Hollande, e o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, pediram nesta segunda-feira que o líder russo, Vladimir Putin, faça pressão sobre os separatistas pró-Rússia da Ucrânia para que dialoguem com Kiev sobre um cessar-fogo.

Em conversa por telefone, Hollande e Obama concordaram em ressaltar “a importância de uma reunião do grupo de contato – Rússia, Ucrânia e a Organização para a Segurança e a Cooperação na Europa (OSCE) – o mais rápido possível com os elementos separatistas, para conseguir um cessar-fogo bilateral”, informou a presidência francesa em comunicado.

“Pediram a Putin para fazer pressão sobre os separatistas para que aceitem o diálogo com as autoridades ucranianas e a reforçar o controle da fronteira russo-ucraniana”, acrescentou a nota divulgada pelo Palácio do Eliseu, sede do governo da França.

Além disso, pediram a libertação de todos os reféns, e garantiram que irão “coordenar seus esforços para exercer as pressões necessárias”.