Forte terremoto de 5,7 graus atinge o centro do Chile

O tremor causou problemas na rede de telefonia celular, embora ainda não tinha sido informado a existência de vítimas ou danos materiais

Santiago do Chile – Um forte tremor de 5,7 graus Richter sacudiu nesta quinta-feira cinco regiões do centro do Chile e causou problemas na rede de telefonia celular, embora ainda não tinha sido informado a existência de vítimas ou danos materiais.

Segundo o relatório do Serviço Sismológico da Universidad de Chile, o tremor aconteceu às 14h22 locais (mesma hora de Brasília) com hipocentro a 93,7 quilômetros de profundidade e a seis quilômetros ao sudoeste dos Andes, 77 quilômetros ao nordeste de Santiago.

No entanto, o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS, na sigla em inglês) informou que o sismo no Chile foi de 5,5 graus de magnitude Richter e a uma profundidade de 81,9 quilômetros.

O movimento foi sentido na capital chilena, de 6,2 milhões de habitantes, e causou inquietação entre os moradores, que ainda têm na lembrança o terremoto de 2010, que matou 500 pessoas.

O Escritório Nacional de Emergência (ONEMI), vinculado ao Ministério do Interior, indicou em seu relatório que o forte sismo afetou um total de 87 cidades e localidades que correspondem a cinco regiões do Chile: Coquimbo, Valparaíso, Metropolitana de Santiago, O’Higgins e Maule.