Filhos de Fujimori apelam para a concessão de um indulto

O indulto é a concessão de perdão pelos crimes cometidos por Fujimori, 74 anos, e que faz tratamento para a cura de um câncer na língua

Brasília – Os filhos do ex-presidente peruano Alberto Fujimori (1990-2000), Keiko, Hiro, Sachi e Kenji, apelaram ontem (10) para que o governo do presidente do Peru, Ollanta Humala, conceda o indulto ao pai deles. O indulto é a concessão de perdão pelos crimes cometidos por Fujimori, 74 anos, e que faz tratamento para a cura de um câncer na língua.

O ex-presidente foi condenado a 25 anos de prisão por corrupção e violações dos direitos humanos.

“Esperamos que este perdão humanitário, feito com critério médico, seja definido com base em um critério humano”, disse Keiko, antes de enviar o documento.

O pedido foi apresentado por meio de uma declaração encaminhada ao Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos. Os filhos de Fujimori alegam que ele precisa de tratamento diferenciado por questões de saúde.

Além do documento, Keiko, que no ano passado foi derrotada por Humala nas eleições presidenciais, disse que ela e os irmãos tentarão entregar o pedido pessoalmente ao presidente da República. Segundo ela, no documento, foram anexados dados completos sobre as cinco cirurgias feitas por Fujimori devido ao câncer na língua, desde 1997.

De acordo com Keiko, seu pai não pretende retomar a vida política. Segundo a Constituição do Peru, o pedido de perdão será avaliado por uma comissão especial. Não há limite de tempo para concluir a análise do caso. Porém, a decisão final é do presidente Humala.