Dólar R$ 3,28 0,12%
Euro R$ 3,64 -0,77%
SELIC 11,25% ao ano
Ibovespa 1,25% 64.020 pts
Pontos 64.020
Variação 1,25%
Maior Alta 4,89% RADL3
Maior Baixa -5,60% JBSS3
Última atualização 26/05/2017 - 15:50 FONTE

Farc lançam movimento político na Colômbia após acordo

Sob os termos do acordo, as Farc deixam as armas, rompem seus laços com o tráfico de drogas, se submetem aos tribunais e reparam as vítimas

Bogotá – As Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) registrou nesta quinta-feira um grupo de cidadãos ante as autoridades eleitorais, o primeiro passo para a subsequente criação de um novo partido político, como parte de um acordo de paz com o governo que busca acabar com um conflito armado violento de 52 anos.

Sob os termos do acordo de paz assinado em novembro, as Farc deixam as armas, rompem seus laços com o tráfico de drogas, se submetem aos tribunais e reparam as vítimas, antes de serem autorizadas a ocupar cadeiras no Congresso e formar um partido com os seus 7.000 combatentes.

O novo movimento chamado “Vozes da Paz” promoverá a criação do futuro partido político que vai surgir da transição das Farc como um grupo armado a uma organização política legal. Deste grupo não fazem parte membros ativos da guerrilha.

“Este é o primeiro passo para que o futuro desta organização possa ser reconhecida como partido ou movimento político com personalidade jurídica, após a rendição das armas”, disse uma declaração conjunta do governo e do grupo rebelde.

O novo grupo nomeou três porta-vozes para o Senado e três para a Câmara dos Deputados para participar sem voto das discussões sobre a reforma constitucional e as leis para implementar o acordo de paz, com o qual se busca acabar com o conflito que deixou 220 mil mortos e milhões de desabrigados.

O presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, e o líder das Farc, Rodrigo Londoño, assinaram em 24 de novembro um novo acordo após o original ter sido rejeitado em um plebiscito.