Exército nigeriano abre centro para membros de Boko Haram

A abertura deste complexo faz parte dos planos do governo nigeriano para reabilitar os terroristas que abandonam a seita islâmica

Abuja – O Exército nigeriano anunciou nesta quinta-feira a abertura de um centro de reinserção para membros do grupo jihadista Boko Haram arrependidos, depois que 800 milicianos tenham se entregado aos militares nas últimas semanas.

A abertura deste complexo faz parte dos planos do governo nigeriano para reabilitar os terroristas que abandonam a seita islâmica, responsável por cerca de 20 mil mortes desde 2009, informou aos jornalistas o porta-voz militar Rabe Abubakar.

Cerca de 800 membros do Boko Haram se entregaram ao Exército nigeriano só nas últimas três semanas, detalhou.

“Posso confirmar que cerca de 800 membros do Boko Haram se entregaram aos militares”, afirmou Abubakar, antes de acrescentar que os terroristas receberão formação profissional para que possam se reintegrar plenamente na sociedade.

Abubakar não precisou o local onde o centro será localizado, mas acredita-se que poderia se situar no nordeste do país, a região onde o Boko Haram tem seu reduto e onde atenta com mais frequência.

O Exército sustenta que venceu o grupo terrorista, após uma série de operações militares bem-sucedidas e a queda no número de ataques e sequestros por parte dos radicais em território nigeriano.

No entanto, a campanha violenta do grupo jihadista, que nasceu com a vontade de estabelecer um estado islâmico no norte da Nigéria, se expandiu aos vizinhos Chade, Níger e Camarões.