Exército da Colômbia captura quatro guerrilheiros do ELN

Ao longo deste ano, a chamada Força-Tarefa Pegaso do Exército capturou 55 integrantes do ELN, que conta com 1.500 homens armados

O Exército da Colômbia capturou quatro supostos guerrilheiros do Exército de Libertação Nacional (ELN), último grupo rebelde ativo do país, quando desembarcavam armados em um porto no departamento de Nariño (sudeste) – informou a corporação nesta quinta-feira (29).

A detenção aconteceu na noite de terça-feira (27) no rio Telembi, município de Roberto Payán, informou a autoridade em um comunicado.

Com os indivíduos, que supostamente integram a Estrutura Guerreiros do Sindagua do ELN, foram encontrados uma pistola, uma submetralhadora, duas escopetas, três carregadores, equipamentos de comunicação e munição, acrescentou.

“Não puderam dar uma resposta de por que tinham armamento”, acrescentou a instituição.

Segundo o Exército, a Estrutura Guerreros do Sindagua realiza extorsões a comerciantes da região, embora as autoridades acreditem que planejavam executar ações contra a Polícia e contra soldados que operam nessa área.

Ao longo deste ano, a chamada Força-Tarefa Pegaso do Exército capturou 55 integrantes do ELN, que conta com 1.500 homens armados e tem mantido negociações preliminares de paz com o governo do presidente e Nobel da Paz Juan Manuel Santos desde janeiro de 2014. O objetivo é acabar com o conflito armado de mais de 50 anos.