Executivos imobiliários irão liderar plano de obras de Trump

Eles irão comandar um novo conselho que irá monitorar os gastos para melhorar estradas e pontes e realizar outras obras públicas no país

Washington – O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, planeja nomear dois executivos do setor imobiliário, Richard LeFrak e Steven Roth, para comandar um novo conselho que ele criará para monitorar os gastos em seu plano proposto de cerca de US$ 1 trilhão para melhorar estradas e pontes e realizar outras obras públicas no país.

Em entrevista na sexta-feira ao Wall Street Journal, Trump disse que convidou os dois executivos, que ele conhece há décadas, para monitorar o conselho de 15 ou 20 construtores e engenheiros.

“Eles são profissionais”, comentou o presidente eleito. “Isso é o que eles fazem. Toda a vida deles, eles constroem. Eles constroem mais barato que o orçado, antes do prazo.”

Trump disse que havia acabado de se reunir com Roth e LeFrak. “Eles já concordaram” em fazer parte da iniciativa, segundo o empresário republicano.

LeFrak é um amigo próximo de Trump e é conhecido por projetos muito planejados, como o LeFrak City, no Queens, em Nova York, na comunidade de Newport, em Nova Jersey. Roth é presidente e executivo-chefe da Vornado Realty Trust, uma grande trust de investimentos no setor imobiliário.

Porta-vozes de ambos não quiseram comentar o assunto.

Trump prometeu na campanha um programa de quase US$ 1 trilhão em infraestrutura, ao argumentar que o país precisa reconstruir rodovias e pontes com problemas, expandir redes de telecomunicação e reparar sistemas antigos de abastecimento de água.

A equipe de Trump disse que o investimento em infraestrutura iria ajudar a estimular o emprego e o crescimento econômico nos EUA.

A abordagem voltada para uma proximidade com o setor privado no plano, porém, é vista com ceticismo pelos democratas e por alguns republicanos que mostraram preocupações sobre a possibilidade de custos altos nessa empreitada. Fonte: Dow Jones Newswires.