Ex-primeiro-ministro do Kosovo é detido na França

A justiça sérvia acusa Haradinaj pela suspeita de crimes de guerra contra civis sérvios durante o conflito do Kosovo

Paris – Ramush Haradinaj, antigo líder guerrilheiro e ex-primeiro-ministro do Kosovo, foi detido nesta quarta-feira na França acusado pela Sérvia de crimes de guerra, confirmaram à Agência Efe fontes policiais.

A justiça sérvia acusa Haradinaj pela suspeita de crimes de guerra contra civis sérvios durante o conflito do Kosovo (1998-1999) entre a guerrilha separatista do Exército de Libertação do Kosovo (UCK) e as forças sérvias.

Haradinaj, um dos comandantes do UCK, foi detido ao pisar no aeroporto de Basel-Mulhouse-Freiburg, na fronteira com a Suíça e a Alemanha, em um voo procedente de Pristina, capital do Kosovo.