Ex-diretor do COI presidiará o Comitê de Reforma da Fifa

O grupo será formado por Carrard, outros 12 membros já anunciados e por mais dois, que terão os nomes divulgados posteriormente

O suíço François Carrard, ex-diretor-geral do Comitê Olímpico Internacional (COI), presidirá o Comitê de Reforma da Fifa, que apresentará propostas no próximo Congresso da entidade, em fevereiro de 2016.

O grupo será formado por Carrard, outros 12 membros já anunciados, indicados pelas confederações continentais e por mais dois, recomendados por parceiros comerciais da Fifa, que terão os nomes divulgados posteriormente, de acordo com a entidade.

Carrard, de 77 anos, foi designado para dar o pontapé inicial nas reformas prometidas pela Fifa. Como diretor-geral, o suíço já havia feito o mesmo no COI.

O advogado de reconhecido prestígio internacional, garantirá “experiência específica sobre os desafios que encaram organizações esportivas”, conforme aponta comunicado.

“É vital para o futuro do futebol restaurar a integridade e a reputação de seu órgão reitor. Como presidente independente, me comprometo a iniciar um pacote de reformas críveis, trabalhando com representantes do futebol e de toda a sociedade”, garantiu Carrard, em comunicado.

A Conmebol, entidade sul-americana, indicou para o Comitê, Wilmar Valdez, presidente da federação uruguaia, e o espanhol Gorka Villar, diretor-geral da entidade continental.

O Comitê de Reforma apresentará um plano preliminar ao Comitê Executivo da Fifa em reunião marcada para os dias 24 e 25 de setembro deste ano.