EUA: Trump critica China por falta de ação sobre Coreia do Norte

O presidente americano disse estar "decepcionado" com a falta de ação da China sobre as ambições nucleares da Coreia do Norte

São Paulo – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, sinalizou neste sábado seu desgosto com o que descreveu como a falta de ação da China sobre as ambições nucleares e de mísseis balísticos da Coreia do Norte.

“Estou muito decepcionado com a China. Nossos líderes tolos do passado permitiram que eles obtivessem centenas de bilhões de dólares por ano no comércio, mas eles não fazem nada por nós com a Coreia do Norte, apenas falar”, escreveu Trump, em uma sequência de mensagens em sua conta no Twitter. “Nós não permitiremos que isso continue. A China poderia resolver facilmente esse problema!”

Na sexta-feira, a Coreia do Norte testou míssil balístico que, segundo especialistas, coloca os EUA ao alcance de um ataque, o que ilustra os rápidos avanços em tecnologia da Coreia do Norte e o impasse de Pyongyang com Washington.

Após o lançamento, o secretário de Estado dos EUA, Rex Tillerson, exortou os líderes mundiais a ampliar as sanções das Nações Unidas contra a Coreia do Norte e chamou a atenção de Rússia e a China por não terem feito o suficiente para conter as ambições nucleares de Pyongyang.

“Como principais impulsionadores econômicos do programa de desenvolvimento de armas nucleares e mísseis balísticos da Coreia do Norte, a China e a Rússia assumem uma responsabilidade única e especial por essa crescente ameaça à estabilidade regional e global”, afirmou.

Um porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China disse que Pequim se opôs a novos lançamentos de mísseis norte-coreanos e exortou todos os lados a “agir com cautela” para evitar novas tensões na península. Fonte: Dow Jones Newswires.

Veja também