EUA investigam se ataque do EI continha agente químico

Foguete caiu perto de uma base militar no norte do Iraque, onde centenas de soldados norte-americanos estão trabalhando com as tropas iraquianas

Washington – Os militares dos EUA investigam se um pequeno foguete que caiu perto de uma base militar no norte do Iraque, onde centenas de soldados norte-americanos estão trabalhando com as tropas iraquianas, continha um agente químico mostarda, disse uma autoridade militar dos EUA nesta quarta-feira.

Ninguém ficou ferido e as autoridades norte-americanas ainda estão realizando testes com o resíduo encontrado em um fragmento de metal do foguete. O agente mostarda em quantidade e concentração suficiente pode mutilar ou matar, além de danificar a pele, olhos e vias respiratórias.

Uma autoridade dos EUA, que falou sobre os detalhes do incidente com a condição de que ele não seria identificado, disse a jornalistas no Pentágono que o ataque aconteceu na terça-feira na base aérea de Qayara.

A base é uma área que as forças do Iraque estavam se preparando para um ataque em Mosul, cidade que tem sido a principal fortaleza do grupo extremista Estado Islâmico desde 2014.

As autoridades norte-americanas foram relutantes em dizer quantos tropas iraquianas os EUA estão aconselhando e ajudando na base.

A autoridade afirmou que o ataque foi militarmente insignificante. Ele disse que um pequeno grupo de soldados norte-americanos que inspecionaram os restos do foguete depois que explodiu

encontraram uma substância escura e oleosa sobre um fragmento de metal. Um teste inicial da

substância mostrou que continha resíduos de agente mostarda, mas um segundo teste foi negativo.

O fragmento então foi enviada para um laboratório para testes adicionais, disse a autoridade. Fonte: Associated Press