EUA: homem é acusado de planejar atentado terrorista

Em vídeo de oito minutos, jovem explica os motivos pelos quais planejava os ataques; ele foi detido sob a suspeita de tentar usar armas de alto potencial de destruição

Miami- Um jovem de origem iugoslava que mora na Flórida, nos Estados Unidos, acusado de tramar um atentado com um carro bomba e explosivos na Flórida, nos Estados Unidos, compareceu nesta segunda-feira a um tribunal na cidade de Tampa.

A motivação do crime seria vingar os muçulmanos. Sami Osmakac, de 25 anos e naturalizado americano, foi detido no sábado sob a suspeita de tentar usar armas de alto potencial de destruição, segundo denúncia apresentada contra ele.

As autoridades americanas acharam um vídeo de oito minutos no qual o jovem explica os motivos pelos quais planejava os ataques.

Na gravação, Osmakac diz que as pessoas que não acreditam no islã, e que tem um ‘sangue’ menos valioso, precisam pagar por isso. O suspeito foi preso após comprar explosivos e armas de fogo de um agente do FBI disfarçado.

Osmakac queria adquirir granadas, um fuzil AK-47, uma submetralhadora Uzi e um cinco com explosivos. O jovem deu ao agente um depósito de US$ 500 pela compra do armamento.

Segundo a acusação, Osmakac perguntou ao seu fornecedor se ele poderia armar bombas que poderiam ser acionadas por controle remoto. O suposto criminoso disse até os alvos que tinha em mente, como casas noturnas e áreas comerciais da cidade de Tampa.

Num momento da conversa, ele teria dito: ‘Todos temos que morrer, então porque não morrer da maneira islâmica?’.