EUA estão mal preparados para uma catástrofe nuclear

Segundo estudo da Secretaria de Saúde americana, o país não tem um plano de urgência para a proteção de civis em caso de radiação

Washington – A maioria dos estados americanos, entre eles alguns que possuem centrais atômicas, não está preparada para enfrentar uma catástrofe nuclear, indicou a Secretaria de Saúde americana em um estudo divulgado nesta segunda-feira.

“A maioria dos estados se preocupou apenas com o impacto que as radiações nucleares poderiam ter sobre a população”, indicou neste estudo publicado no “Disaster Medicine and Public Health Preparedness”, um jornal da Associação Médica Americana.

Quase a metade dos 38 estados americanos — sendo 26 estados dos 31 que possuem uma central nuclear — que participaram desse estudo em 2010 não elaboraram um plano de urgência para a proteção de civis em caso de radiação.

“Chega-se à conclusão com este estudo que os Estados Unidos estão mal preparados, de todos os pontos de vista, para enfrentar de maneira apropriada uma catástrofe nuclear, expondo com isso grande parte da população americana”.

O estudo é acompanhado por uma série de recomendações para que os estados melhorem sua preparação, principalmente para os exercícios de simulação.