EUA dizem ter matado líder do EI na Síria

Pentágono afirmou ter matado Boubaker al-Hakim, o principal dirigente do estado Islâmico na Síria

A coalizão liderada pelos Estados Unidos matou o principal dirigente do grupo Estado Islâmico na Síria, informou o Pentágono.

“Aviões da coalizão localizaram e mataram o tunisiano Boubaker al-Hakim, em Raqqa, Síria, em 26 de novembro”, informou o porta-voz do Pentágono, Ben Sakrisson, em um comunicado enviado à AFP.

“Al-Hakim era um líder do EI e um terrorista veterano com ligações profundas com elementos extremistas na França e na Tunísia”, acrescenta o comunicado.