EUA atacam alvos do Estado Islâmico a partir do Mediterrâneo

Fato abre uma nova linha de ataques contra os extremistas no Iraque e na Síria

São Paulo – O porta-aviões Harry S. Truman começou a ser usado como base de partida para aviões que realizam ataques aéreos contra o grupo Estado Islâmico a partir do Mediterrâneo, afirmou neste sábado um almirante da Marinha dos Estados Unidos, John Richardson.

O fato abre uma nova linha de ataques contra os extremistas no Iraque e na Síria.

Em entrevista, Richardson afirmou que essa estratégia pouco habitual demonstra a flexibilidade da potência naval norte-americana.

Durante anos, a Marinha dos EUA posicionou seu porta-aviões no Golfo Pérsico para realizar ataques aéreos contra alvos no Oriente Médio.

O porta-aviões Harry S. Truman estava no Golfo, mas nos últimos dias seguiu para o leste do Mediterrâneo e retomou as operações aéreas.

Em algum momento, o navio deve retornar a seu porto em Norfolk, na Virgínia, e deve ser substituído no Golfo pelo porta-aviões USS Dwight D. Eisenhower. 

Apoie a Exame, por favor desabilite seu Adblock.