EUA acusam ex-funcionário chinês da IBM de espionagem

Ex-funcionário chinês da IBM foi acusado de espionagem econômica por roubar o código fonte para entregá-lo a uma agência do governo da China

Um ex-funcionário chinês da IBM foi acusado de espionagem econômica por roubar o código fonte para entregá-lo a uma agência do governo da China, informaram as autoridades americanas.

Segundo o Departamento de Justiça, Xu Jiaqiang era programador informático quando se apropriou desse código para dá-lo à Comissão Nacional de Saúde e Planificação da China, para o qual havia trabalhado antes.

Após uma investigação de um ano, Xu foi detido em dezembro ao tentar revendê-lo a agentes disfarçados do FBI.

Esse código-fonte serve de matriz para elaborar programas de informática e tradicionalmente é guardado sob sigilo.

“Xu é acusado de ter roubado informações de seu anterior empregador para benefício próprio e do governo chinês”, disse o secretário-adjunto de Justiça John Carlin, citado no comunicado.

Xu é acusado por três crimes de espionagem econômica, com cada um deles lhe custando 15 anos de prisão. Também responde por três acusações por tráfico de informações comerciais, que somam mais 30 anos de prisão.