Estas são as cidades onde mais se perde tempo no trânsito

Estudo que avalia os níveis de congestionamento em 390 cidades do mundo revelou quais delas são as mais problemáticas. Veja o resultado

São Paulo – Pelo segundo ano consecutivo, os moradores da Cidade do México (México) são os que mais perderam tempo no trânsito em 2016. É o que mostra o TomTom Traffic Index, estudo que avalia o nível de congestionamento em 390 cidades do mundo e produziu um ranking sobre o tema.

Esse nível de congestionamento, explica a pesquisa, é o tempo a mais que um motorista passa no trânsito ante o que ele vivenciaria em uma situação de fluxo livre.

De acordo com a análise, os mexicanos passam até 66% mais tempo dentro de seus carros em qualquer momento do dia que em uma situação na qual o trânsito está livre. Nos horários de pico, durante a noite, as pessoas que circulam pela Cidade do México a ficar 101% mais tempo no trânsito. No ano passado, o pior congestionamento foi registrado no dia 18 de novembro.

Em segundo lugar com a cidade com o pior trânsito do planeta, está Bangkok (Tailândia). Por lá, o nível de congestionamento é de 61%. Durante a noite, contudo, a situação dos moradores da cidade é ainda pior: passam até 118% a mais de tempo dentro do carro que nos momentos em que as ruas estão livres. O pior dia em 2016 foi em 11 de agosto.

Veja abaixo o ranking dos dez locais mais congestionados do mundo, segundo o TomTom Traffic Index:

Cidades mais congestionadas do mundo

Brasil

Entre as cidades brasileiras, o pior desempenho foi registrado pelo Rio de Janeiro (Rio de Janeiro), que ficou na 8ª posição, enquanto Salvador em 28º. A capital baiana registrou um nível de congestionamento de 40%. No horário de pico durante a noite, seus moradores passam até 70% a mais de tempo no carro que em momentos em que o trânsito está livre.

Recife (Pernambuco) apareceu na 43ª posição, com nível de congestionamento de 37%, mas com uma queda de 6% na comparação com a edição 2015 do estudo. Fortaleza (Ceará) aparece em 47º, com 35% de nível de congestionamento.

São Paulo, por sua vez, obteve o 71º lugar, com 30% de nível de congestionamento. Durante a noite, essa percentagem atinge 53%. A cidade registrou uma piora de 1% no seu desempenho ante 2015. Segundo a análise, o pior dia para os motoristas paulistanos foi em 11 de novembro.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Klaus Vargas

    A diferença básica entre São Paulo e as mais congestionadas do Brasil, com exceção do Rio de Janeiro, é que São Paulo é a cidade, de longe, a que mais tira dinheiro que poderia ir para a sua estrutura viária não só para sustentar Brasília, pmas para investir na estrutura viária da que estão pior do que ela mesma.