Estado Islâmico retoma Palmira após retirada de exército sírio

Agência de notícias Amaq do EI também informou que os extremistas retomaram o controle total da cidade

Palmira – O grupo Estado Islâmico (EI) voltou a tomar neste domingo a antiga cidade de Palmira após a retirada das tropas do exército sírio, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH).

“Apesar dos ataque aéreos, o EI reconquistou toda a cidade de Palmira depois que o exército se retirou do sul da cidade”, informou Rami Abdel Rahman, diretor da ONG.

A agência de notícias Amaq do EI também informou que os extremistas retomaram o controle total da cidade.

Os radicais haviam se retirado mais cedo depois de invadir a cidade na na véspera em função de violentos bombardeios da aviação russa.

Os bombardeios russos mataram uma grande quantidade de extremistas, segundo a fonte, que não forneceu cifras.

O EI, que tinha tomado o controle de Palmira em maio de 2015 e foi expulso em março passado pelo regime, com a ajuda da Rússia, lançou uma ofensiva na quinta-feira contra esta cidade que é patrimônio mundial da Humanidade.

Civis que retornaram a Palmira após a retomada da cidade pelo exército estavam encurralados pelos combates.

Durante a ocupação da chamada “pérola” do deserto sírio, o grupo extremista destruiu vários artefatos históricos.