Esquerda mantém vantagem no Uruguai

Com quase 80% dos votos apurados, o candidato governista à presidência mantém vantagem com 45,5% dos votos

Montevidéu – O candidato governista à presidência uruguaia, Tabaré Vázquez, mantém a vantagem com 45,5% dos votos, à frente do candidato de centro-direita Luis Lacalle Pou, que se aproxima dos 32%, com mais de 78% das urnas apuradas.

Segundo um boletim divulgado às 7H50 pela Corte Eleitoral, que realiza uma apuração manual dos votos, Vázquez, candidato pela coalizão de esquerda Frente Ampla, permanece à frente com 45,5% dos votos, contra 31,7% de Lacalle Pou, do Partido Nacional.

O candidato do Partido Colorado (centro-direita), Pedro Bordaberry, aparece com 13,4% dos votos, enquanto o líder do Partido Independente (centro-esquerda), Pablo Mieres, tem 2,8%.

No domingo à noite, Bordaberry anunciou que vai apoiar Lacalle Pou no segundo turno de 30 de novembro contra Vázquez.

Ao mesmo tempo, o plebiscito para introduzir uma reforma constitucional que pretendia reduzir de 18 para 16 anos a idade penal recebeu o apoio de 47,1% dos eleitores, mas precisava do 50% dos votos mais um para ser aprovada.

Mais de 2,6 milhões de uruguaios estavam registrados para votar no domingo na eleição presidencial.

O país também definiu os 30 senadores e 99 deputados que integram o Parlamento.