Elizabeth II recebe chefes de Estado antes de Olimpíadas

Entre os convidados, estava a primeira-dama americana, Michelle Obama e a presidente Dilma Roussef

Londres – A rainha Elizabeth II recebeu nesta sexta-feira, no palácio de Buckingham, vários chefes de Estado e de Governo que estão em Londres para acompanhar a cerimônia de abertura do Jogos Olímpicos.

Entre os convidados, estava a primeira-dama americana, Michelle Obama; a presidente Dilma Roussef; o primeiro-ministro francês, Jean-Marc Ayrault; o presidente da Itália, Giorgio Napolitano; o presidente russo, Dmitri Medvedev; e o presidente alemão, Joachim Gauck.

Além deles, alguns monarcas estrangeiros também marcaram presença no encontro, como a rainha da Espanha, Sofía; a rainha Margarida II, da Dinamarca; o príncipe Magnus Haakon, da Noruega; e o príncipe Albert, de Mônaco, que é membro do Comitê Olímpico Internacional (COI).

A rainha foi acompanhada de outros membros da família real inglesa durante o encontro. O príncipe Philip, seu marido; o príncipe Charles e sua esposa Camilla; os duques de Cambrigde, William e Kate; e o príncipe Harry marcaram presença no encontro.

Elizabeth II pronunciou um discurso de boas-vindas aos chefes. Depois da recepção, a soberana, de 86 anos, será encarregada de declarar a abertura dos terceiros Jogos na história a serem realizados em Londres.

A maioria dos presentes no palácio real irá acompanhar a cerimônia de abertura, elaborada pelo cineasta inglês Danny Boyle, no Estádio Olímpico.

De acordo com o Governo britânico, o presidente da França, Francois Hollande, deve ficar ao lado do primeiro-ministro britânico David Cameron, assim como o belga Elio di Rupo e o turco Recep Tayyip Erdogan.

Entre os governantes africanos que confirmaram presença estão o presidente da Tunísia, Moncef Marzouki; o de Moçambique, Armando Guebuza; assim como Raila Odinga e Mwai Kibaki, presidente e primeiro-ministro do Quênia, respectivamente.