Elizabeth II diz que autoridades chinesas foram grosseiras

Os comentários da rainha podem não ajudar o empenho do governo de seu país no fortalecimento dos laços comerciais com a China

Londres – A rainha Elizabeth, da Grã-Bretanha, foi flagrada em um vídeo dizendo que autoridades chinesas foram “muito grosseiras” durante uma visita de Estado do presidente chinês, Xi Jinping, à Grã-Bretanha que, segundo Londres, iria dar início a uma “era de ouro” nas relações com Pequim.

Ela conversava durante uma festa na terça-feira nos jardins do Palácio de Buckingham, mesmo dia em que o primeiro-ministro britânico, David Cameron, foi filmado fazendo comentários nada diplomáticos à monarca sobre a corrupção na Nigéria e no Afeganistão.

Os comentários da rainha podem não ajudar o empenho do governo de seu país no fortalecimento dos laços comerciais com a China.

Conforme seu papel constitucional, a rainha de 90 anos jamais pode fazer quaisquer colocações política ou diplomaticamente sigilosas em público, e é raro o conteúdo de suas conversas particulares vir a público.

Em Pequim, o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores, Lu Kang, disse que a visita de Xi à Grã-Bretanha foi “extremamente bem sucedida” e que as autoridades das duas nações fizeram grandes esforços nesse sentido.

Em imagens transmitidas pela rede britânica BBC, a monarca é vista se encontrando com a veterana comandante de polícia Lucy D’Orsi, que é apresentada por um agente como a pessoa a cargo da segurança durante a estadia de Xi em outubro.

“Ah, que azar”, diz a rainha em resposta.

Lucy então descreve seu convívio com as autoridades chinesas como “um teste e tanto” e conta que, em certo momento, elas se retiraram no meio de uma reunião e disseram a ela que “a viagem está cancelada”.

A rainha diz: “Elas foram muito grosseiras com o embaixador”.

Lu Kang afirmou não ter ouvido nada a respeito de um possível cancelamento da viagem de Xi em qualquer momento, acrescentando que a visita inaugurou uma “era de ouro” no relacionamento resultante do trabalho dos dois países.