Eiffel apagará luzes em solidariedade aos mortos em Barcelona

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria do ato, em breve comunicado, cuja autenticidade não pôde ser verificada

Paris – A Torre Eiffel apagará a iluminação habitual na madrugada desta sexta-feira (hora local), como forma de lembrar das vítimas do atentado em Barcelona, em que mais de 13 pessoas morreram e cerca de 80 ficaram feridas, anunciou a prefeita de Paris, Anne Hidalgo.

O grupo jihadista Estado Islâmico (EI) assumiu a autoria do ato, em breve comunicado, cuja autenticidade não pôde ser verificada, segundo informou a agência de notícias “Amaq”, ligada ao grupo extremista.

Pelo Twitter, Anne Hidalgo afirmou que “Paris apagará a Torre Eiffel a partir de 0h45 (19h45 desta quinta-feira, no horário de Brasília), em homenagem às vítimas do atentado em Barcelona. Além disso, a prefeita completou a mensagem com a hashtag #SomosBarcelona.

A líder do Executivo municipal, que nasceu em Cádiz, na Espanha, e tem dupla nacionalidade, foi uma das primeiras políticas a se manifestar para condenar o ataque em Barcelona, demonstrando “tristeza e indignação”.

Hidalgo enviou mensagem de solidariedade à prefeita de Barcelona, Ada Colau, e a todos os moradores da capital da Catalunha.

“Os parisienses estão do lado de vocês. Barcelona e Paris são cidades do amor e da tolerância. Esses são valores mais fortes do que esse terrorismo odioso e covarde”, escreveu.

Veja também