EI assume responsabilidade por tiroteio em Paris, diz agência

A agência do grupo identificou o agressor como um de seus soldados, chamando-o de Abu Yousif, o belga

Cairo – O grupo terrorista Estado Islâmico assumiu a autoria do ataque a tiros na avenida Champs-Élysées, a mais famosa de Paris, que causou nesta quinta-feira a morte de um policial e feriu outros dois.

Em um breve comunicado divulgado na internet pela agência de notícias “Amaq”, ligada à organização jihadista, os extremistas disseram que o autor dos disparos que mataram o policial foi “um dos combatentes do Estado Islâmico”, e o identificaram como “Abu Youssef, o belga”.

O comunicado da “Amaq”, cuja veracidade não pôde ser comprovada, cita uma “fonte de segurança” jihadista e não dá mais dados sobre o ataque além da localização.

O atentado, que aconteceu às 21h (hora local; 16h de Brasília), deixou também um pedestre ferido. O tiroteio começou quando o autor parou o carro em que estava perto de uma viatura policial e abriu fogo. Posteriormente, ele foi morto por tiros de outros policiais, segundo as autoridades.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s