“É possível ganhar com mensagem pró-Europa”, diz Van der Bellen

O presidente eleito venceu neste domingo a repetição das eleições presidenciais de maio com 53% dos votos, contra 46% do líder da extrema-direita

Viena – O presidente eleito da Áustria, Alexander Van der Bellen, afirmou neste domingo que sua vitória mostra que é possível “vencer eleições com uma mensagem pró-Europa”.

“Os resultados dessas eleições são um sinal de que minhas posições pró-europeias são compartilhadas pela maioria dos eleitores”, disse Van der Bellen em entrevista à emissora “ORF”.

“É do maior interesse para a Áustria, para os trabalhadores ser um membro da União Europeia (UE). Um membro importante e que coopera de forma positiva”, indicou o presidente eleito.

Van der Bellen disse que a Áustria enviou “bons sinais às capitais” da UE de que é possível vencer eleições com uma mensagem de defesa do bloco e do processo de integração.

O ecologista venceu neste domingo a repetição das eleições presidenciais de maio com 53% dos votos, segundo resultados parciais, contra 46% de Nobert Hofer, líder da extrema-direita e que possivelmente convocaria um referendo para tirar o país da UE.

O primeiro pleito, realizado em 22 de maio e também vencida por Van der Bellen pelo ecologista, foi anulada pela Justiça após a constatação de irregularidades na apuração de votos por correio.

O presidente eleito se comprometeu a promover a união de um país dividido pelas eleições bastante polarizadas e disse que trabalhará desde o primeiro dia para responder às ânsias de todos os cidadãos.

“Desde o início vou atender às preocupações e os medos das pessoas que não votaram em mim. Preocupações com o desemprego, com seus filhos, com a segurança das aposentadorias”, prometeu.