Dylan Roof é culpado de massacre racista em Charleston

Roof, de 22 anos, foi considerado culpado das 33 acusações atribuídas a ele pelo massacre em igreja de Charleston, na Carolina do Sul

O supremacista branco Dylan Roof foi considerado culpado nesta quinta-feira de crimes de ódio, que resultaram na morte, no ano passado, de nove fiéis de uma igreja de uma comunidade negra do sudeste dos Estados Unidos.

Roof, de 22 anos, foi considerado culpado das 33 acusações atribuídas a ele pelo massacre, durante uma leitura da Bíblia, na igreja Madre Emanuel, em Charleston, cidade com uma forte comunidade negra, na Carolina do Sul.