Deslizamento de terra deixa 120 pessoas soterradas na China

Parte alta de uma montanha caiu sobre aldeia e, ao menos, 62 casas ficaram soterradas

Xangai – Um deslizamento de terra ocorrido neste sábado, na província de Sichuan, no sudoeste da China, provocou o desabamento de dezenas de casas e deixou 141 pessoas soterradas, de acordo com informações da agência estatal “Xinhua”.

As autoridades do condado de Maoxian comunicaram que o incidente aconteceu depois que a parte alta de uma montanha caiu sobre a aldeia de Xinmo, por volta das 6h (horário local, 19h de Brasília de sexta-feira).

As autoridades do condado de Maoxian comunicaram que o fato aconteceu depois que a parte alta de uma montanha que caiu sobre a aldeia de Xinmo, por volta das 6h (hora local).

Pelo menos 46 casas ficaram soterradas enquanto que dois quilômetros do curso de um rio e 1.600 metros de uma estrada ficaram interditados pelas rochas.

De acordo com o porta-voz do governo de Sichuan, Tang Limin, uma equipe de resgate com mais de 300 pessoas seguiu para o local com retroescavadeiras e um instrumento de detecção de vida.

Em imagens divulgadas pela televisão oficial “CCTV” mostram diversos soldados levantando pesadas pedras e a várias retroescavadeiras trabalhando na região onde estavam as pessoas que ficaram soterradas.

Segundo informações da “Rádio Nacional da China”, as equipes de resgate detectaram sinais de vida, incluindo a voz de uma mulher.

Nesta época do ano, são frequentes as chuvas torrenciais na China e é comum que aconteçam inundações, deslizamentos e outras catástrofes provocadas pelos fenômenos climáticos.